Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Começar a semana pensando...

...que bom quando as coisas não ficam só no papel!

Em 20 de outubro de 2011, escrevi sobre um projeto para reduzir atropelamentos de animais silvestres na BR-262, em Mato Grosso do Sul. Está no post “Rodovias: começaram a pensar nos animais”:

“Pensando na redução dos atropelamentos na BR-262, que fica no trecho dentro do Pantanal, o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) estabeleceu programas ambientais que devem ser executados durante todo o período de recuperação da estrada, na restauração de pavimento e implantação de acostamentos, previsto até maio de 2012. (...)

No monitoramento inicial feito desde junho pela Universidade (Universidade Federal do Paraná), foi relacionado o atropelamento de 1400 animais de 88 espécies no período de um ano entre Campo Grande e Corumbá, num trecho de 410 km (estudos de Fischer em 97, 2003) e constatado o atropelamento de 57 espécies no trecho de 284,2 km entre Anastácio e Corumbá, em dois meses de monitoramento.”


Nesse contexto, será realizada uma campanha de conscientização durante o Carnaval, em Corumbá (MT).

“Durante o Carnaval de Corumbá, o Instituto Tecnológico de Transporte e Infraestrutura (ITTI), que estuda o impacto ambiental do tráfego de veículos na BR-262, vai realizar uma campanha de conscientização em diferentes pontos da rodovia. O objetivo é evitar o atropelamento de animais silvestres neste período, quando o movimento aumenta consideravelmente na estrada federal.” - texto da matéria “Campanha vai conscientizar motoristas na BR-262 durante Carnaval”, publicada em 11 de janeiro de 2012 pelo site do jornal Correio de Corumbá

Foto: Diário de Corumbá

E a campanha vai utilizar música e jingles para rádios da região.

“O CD possuiu doze faixas e foi distribuído em vários veículos de comunicação da cidade. As mensagens informam aos usuários da BR-262 sobre a vasta biodiversidade do pantanal e a presença de vida silvestre ao longo da rodovia, reforçando a necessidade de atenção aos impactos ambientais causados pela mesma, como atropelamento de animais, geração de lixos e resíduos, desmatamento, queimadas e outros.” - texto do Correio de Corumbá

O trabalho procura atingir todas os atores sociais envolvidos com o cotidiano da rodovia.

“É o caso das comunidades lindeiras (associações de moradores e assentamentos), profissionais que trabalham na duplicação da rodovia, escolas e autoridades dos órgãos municipais, estaduais e federais, bem como os motoristas profissionais de empresas de transporte, sejam caminhões ou ônibus, e seus passageiros. As ações de conscientização serão desenvolvidas no Porto Seco de Corumbá, na empresa Andorinha, no pedágio e em restaurantes e outros pontos turísticos da região.” – texto do Correio de Corumbá

- Leia a matéria completa do Correio de Corumbá
- Conheça o trabalho do Instituto Tecnológico de Transporte e Infraestrutura (ITTI), da Universidade Federal do Paraná, e ouça alguns dos jingles
- Releia “Rodovias: começaram a pensar nos animais”, publicado pelo Fauna News em 20 de outubro de 2011

Nenhum comentário: