Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

terça-feira, 13 de março de 2012

Cuidados com a fauna silvestre: basta vontade

Atropelamentos de animais silvestres em estradas ou em ruas que cortam áreas naturais conservadas são muito comuns. A quase completa ausência de preocupações de gestores públicos e de administradores de concessionárias de rodovias faz com que não haja investimentos em estruturas que reduzam esse tipo de acontecimento.

Sinalização adequada, campanhas esclarecedoras e fiscalização deveriam ser realizadas com os motoristas. Além disso, o poder público tem de construir estruturas para auxiliar os animais na travessia de estradas e ruas. Veja um exemplo:

“Os animais silvestres que habitam a Reserva Biológica do Lami, na Zona Sul de Porto Alegre, ganharam uma nova travessia. Uma ponte suspensa de 25 metros foi instalada entre uma figueira e um eucalipto para evitar que a passagem dos bandos de bugios seja feita pela rua. O acesso foi colocado na chamada zona de amortecimento, área no entorno do local. A própria equipe da reserva confeccionou a estrutura, com cordas e canos, e a Secretaria do Meio Ambiente (Smam) ajudou na instalação.

Ponte para travessia de bugios
Foto: Divulgação / Prefeitura de Porto Alegre

A decisão foi tomada depois que o galho de eucalipto que os animais utilizavam para a travessia quebrou. "Havia um galho longo, mas ele quebrou. Surgiu então a ideia", contou a bióloga Patrícia Witt, que administra o local. A ponte facilita o deslocamento e o acesso à alimentação. A previsão da Prefeitura é que a fauna passe a utilizar a passagem em poucos dias.” – texto da matéria “Animais ganham ponte entre árvores no entorno de reserva em Porto Alegre”, publicada em 9 de março de 2012 pelo portal G1

Equipe instalando ponte em Porto Alegre
Foto: Divulgação / Prefeitura de Porto Alegre

Ações como essa não são caras. Cordas e canos. O que falta para os gestores públicos é vontade e gente comprometida e com conhecimento em seus quadros.

Para os acidentes com a rede elétrica, comuns em área urbana, a reserva também agiu:

“Outro projeto da reserva para proteger os animais, atendido ainda em 2005, foi o isolamento de fios de energia elétrica nas proximidades, já que diversos choques foram registrados. "Perdemos muitos por causa desses incidentes, então encontramos essa solução. E é contínuo, seguimos trabalhando para fazer o mesmo em outros lugares", disse Patrícia.” – texto do portal G1

- Leia a matéria completa do portal G1
- Releia “Rodovias: começaram a pensar nos animais”, publicado em 20 de outubro de 2011 pelo Fauna News
- Releia “Reflexão para o fim de semana: demorou para se preocuparem com acidentes envolvendo animais na rede elétrica”, publicado em 9 de dezembro de 2011 pelo Fauna News

Nenhum comentário: