Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

terça-feira, 10 de julho de 2012

Um degradante retrato do tráfico de animais

A foto “fala” por si. Cena degradante, da mais pura humilhação e crueldade. Representa o egoísmo humano em não considerar que o bem-estar do animal está na vida livre, está na natureza. Representa a presunção do humano em achar que o bicho pode estar melhor no cativeiro ao seu lado do que entre os de sua espécie nas matas.

Na foto estão apenas duas vítimas de milhares que, fora de seus hábitats, representam passos na direção de um desequilíbrio ecológico impossível de ser mensurado, mas que trará consequências.

Degradante, humilhante e cruel
Foto: Sedi Sahputra/EFE

“Abatidos e presos em uma gaiola, dois animais do gênero de primatas Macaca fascicularis, foram vistos nesta sexta-feira (6/7) no mercado de animais selvagens de Medan, na Indonésia.

O lugar, segundo a organização ecologista Traffic, é um importante centro para o comércio nacional e internacional de mascotes. Por lá, dezenas de pássaros e mamíferos são vendidos todos os dias.

Os macacos aguardavam a chegada de um possível “dono”.

A comercialização dos animais selvagens no mercado indonésio, embora permitida, é duramente criticada por instituições internacionais.”
– texto da matéria “Macacos abatidos são exibidos em comércio de espécies selvagens na Indonésia”, publicada em 6 de julho de 2012 pelo blog Planeta Bicho di site da revista Globo Rural

E a foto, apesar de ter sido feita na Indonésia, pode ser tirada em qualquer lugar do mundo. Inclusive no Brasil.

- Leia a matéria “Macacos abatidos são exibidos em comércio de espécies selvagens na Indonésia”

Nenhum comentário: