Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Grande apreensão de pássaros na Bahia mereceu registro medíocre da mídia

A imprensa já conhece o problema do tráfico de animais silvestres, tanto que publica as apreensões feitas pela polícia e pelo Ibama. Mas o tratamento que dá ao problema ainda é medíocre...

“A Polícia Rodoviária Federal apreendeu ontem 730 pássaros silvestres que eram transportados dentro de um EcoSport, na rodovia BR-101. Essa é a maior apreensão desse tipo de animal realizada nas rodovias da Bahia desde o início do ano.

Alguns pássaros estavam mortos
Foto: Divulgação Polícia Rodoviária Federal

Segundo a polícia, os pássaros das espécies Canário da Terra e Papa-capim estavam em pequenas gaiolas quando o veículo foi abordado no km 720, no fim da tarde de ontem. Devido às condições precárias, algumas aves estavam mortas, de acordo com a polícia.” – texto da matéria “Polícia faz maior apreensão de pássaros silvestres do ano na BA”, publicada em 11 de outubro de 2012 pela Folha de S. Paulo

Apesar de o título chamar a atenção para a dimensão do fato, a matéria em nada contextualiza a apreensão e não apresenta nada além dos registros feitos no local. De onde vinham as aves? Para onde elas estavam sendo levadas? Essas espécies são bastante traficadas na região?

Essas e muitas outras perguntas ficam sem respostas. Assim como o destino dessas aves...

Trabalhando assim, caros colegas jornalistas, a população vai continuar achando que o problema dos animais está resolvido com a apreensão – quando, na verdade, a possibilidade de retorno à vida livre é bastante burocrática e complicada (se ocorrer).

Trabalhando assim, caros jornalistas, vocês continuarão reforçando a prática dos veículos de comunicação de publicarem apenas as "notícias-espetáculo".

E essa abordagem fraca não foi privilégio da Folha de S. Paulo. Nenhum jornal ou site informativo publicou algo melhor.

- Leia a matéria completa da Folha de S. Paulo

Nenhum comentário: