Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Orangotangos: traficados da Indonésia para serem humilhados na Tailândia

“O Safari World, um parque de vida selvagem da Tailândia (Bangkok), claramente não tem nenhuma preocupação ou respeito para com os orangotangos. Enquanto a espécie luta contra a extinção, o parque força orangotangos contrabandeados  da Indonésia a lutarem entre si em um ringue de boxe, para entretenimento humano. As informações são da Global Animal.

Orangotangos lutando na Tailândia
Foto: Barcroft India

Após a descoberta de que esses animais silvestres foram adquiridos ilegalmente, o governo tailandês proibiu a prática em 2004 e 48 orangotangos foram resgatados das instalações do parque. Os macacos necessitaram de reabilitação, pois tinham o hábito de cobrir o rosto a todo momento com medo de serem nocauteados por outros macacos ou por pessoas, como acontecia no ringue.

Aqueles orangotangos encontram-se agora saudáveis mas, infelizmente, os shows degradantes tornaram-se novamente um passatempo no Safari World.”
– texto da matéria “Orangotangos são forçados a lutar boxe em Safari de Bangkok”, publicada em 23 de outubro de 2012 pela Agência de Notícias de Direitos Animais

A caça, o tráfico e, principalmente, a perda de hábitat motivada pelas plantações de palma para a extração do óleo de dendê têm dizimado populações de orangotangos. Esses animais estão divididos em duas espécies (as informações sobre as espécies são da IUCN):

- orangotando-de-Bornéu (Pongo pygmaeus, com três subespécies) – classificação IUCN: em perigo

Com uma população estimada entre 45 mil e 69 mil animais, essa espécie de orangotango vive na ilha de Bornéu (nos estados Sabah e Sarawak, da Malásia, e em três das quatro províncias indonésias de Kalimantan). O número desses primatas tem caído drasticamente pela substituição das florestas nativas por plantações de palmeiras para produção de óleo (usado para cozinhar, cosméticos, mecânica, e mais recentemente como fonte de biodiesel), por incêndios nas matas, extração de madeira, caça e captura para o tráfico de fauna.

- orangotango-de-Sumatra (Pongo abelii) – classificação IUCN: em perigo crítico

Sua população, geralmente restrita ao norte da ilha de Sumatra, teve uma queda estimada de mais de 80% nos últimos 75 anos, chegando aos atuais 7.300 animais. Este declínio continua, principalmente pelo fato de as florestas onde vivem estarem sob grande ameaça. A maioria dos orangotangos está fora de reservas protegidas, inclusive dentro de áreas potenciais de exploração madeireira e de conversão da cobertura vegetal nativa por plantações de palmeiras para extração de óleo.

Assista ao vídeo de uma luta de orangotangos:


- Leia a matéria completa da ANDA

Nenhum comentário: