Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Reflexão para o fim de semana: mais um condenado por matar animal silvestre. Desta vez, na Rússia

No começo da semana, em 12 de novembro de 2012, o Fauna News publicou um post sobre a condenação de Chumlong Lemtongthai, 44 anos, vendia os chifres no mercado negro da tradicional medicina asiática. O tailandês foi sentenciado a 40 anos de prisão por um tribunal da África do Sul. Ótimo exemplo a ser seguido por todos os países!

Felizmente, outra condenação aconteceu. Desta vez, na Rússia.

“Uma complicada investigação de quase dois anos terminou na terça-feira, 13, com a condenação de um caçador do Extremo Oriente russo por matar deliberadamente um tigre siberiano. Alexander Belyayev foi sentenciado a 14 meses de trabalho correcional e terá de pagar uma multa de quase US$ 18 mil dólares. Ele teve seu rifle apreendido e está proibido de caçar novamente até o fim de sua vida.” – texto da matéria “Caçador russo é condenado pela morte de tigre siberiano”, publicada em 14 de novembro de 2012 pelo jornal Diário da Rússia

Tigre-siberiano: espécie está ameaçada de extinção
Foto: Appaloosa/Divulgação

A condenação deve ser comemorada, apesar da pensa não ser de prisão - infelizmente. Não foi explicado na matéria o que significa o trabalho correcional, mas espera-se que seja algo realmente punitivo e educativo.

Os tigres siberianos são uma espécie ameaçada de extinção. Restam hoje somente cerca de 500 animais, encontrados exclusivamente em algumas áreas do norte da China e no Extremo Oriente da Rússia.” – texto do Diário da Rússia

- Leia a matéria completa do Diário da Rússia
- Releia o post do Fauna News sobre a condenação do traficante de chifres de rinocerontes

Nenhum comentário: