Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

terça-feira, 16 de abril de 2013

Fiscalizando Duque de Caxias: será que estão levando a sério mesmo?

Em 21 de março de 2013, o Fauna News publicou o post “Duque de Caxias: será que agora a esculhambação vai diminuir?” em que foi comentada a determinação da Justiça Federal para que a União e o Ibama realizem em conjunto duas fiscalizações mensais, no mínimo, na feira livre de Duque de Caxias (RJ). O local é apontado como um dos maiores pontos de venda ilegal de animais silvestres de todo país. A sentença determina ainda que a fiscalização ocorra pelo período de dois anos.

Desde então, a imprensa não noticiou nenhuma ação do Ibama para o cumprimento da ordem da Justiça Federal. De qualquer forma, as forças de fiscalização do Estado do Rio de Janeiro parecem estar mais atentas.

“Oitenta animais silvestres e dois domésticos foram encontrados por policiais do Comando de Polícia Ambiental (CPAm) em uma feira em Duque de Caxias, Baixada Fluminense, na manhã deste domingo (14). Na operação, que contou com a participação do Ministério Público, sete homens foram presos e três menores apreendidos pelo comércio dos animais.” – texto da matéria “Polícia prende 7 pessoas e apreende 80 animais silvestres em feira no RJ”, publicado em 14 de abril de 2014 pelo portal G1

Gaiolas e caixas onde estavam os animais
Foto: Divulgação PM Ambiental RJ

Ultimamente, a imprensa tem feito bastante barulho sobre a inaceitável situação da feira de Duque de Caxias. Investigações do Ministério Público Federal e da Polícia Federal indicaram que, em alguns fins de semana, cerca de dois mil animais são criminosamente comercializados no local. Apesar da dimensão do problema, a fiscalização na feira é feita no varejo, em operações pontuais. Espera-se que seja apenas uma parte do trabalho e que ações de inteligência (investigação) estejam ocorrendo.

“Toda a região também poderia ser alvo de um projeto de conscientização (educação ambiental) para auxiliar na redução da demanda. Essa sim seria uma ação realmente efetiva na direção do fim do tráfico de fauna em Duque de Caxias.” – texto do post “Duque de Caxias: será que agora a esculhambação vai diminuir?”

Feira de Duque de Caxias: até dois mil animais por fim de semana
Foto: Márcio Leandro

- Leia a matéria completa do portal G1
- Releia o posto do Fauna News o post “Duque de Caxias: será que agora a esculhambação vai diminuir?”, de 21 de março de 2013

Nenhum comentário: