Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Minas Gerais se destacando no tráfico de animais

“Minas Gerais é o segundo Estado do Brasil com o maior número de apreensões de aves traficadas, de acordo com dados do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

Arara apreendida em MG: ave recebeu dois tiros 
para ser capturada no Maranhão
Imagem: Reprodução Record Minas

Todo ano, mais de 10 mil animais são apreendidos nas mãos de criminosos.”
– texto da matéria “Estado de Minas é vice-campeão em apreensões de aves traficadas”, publicada em 28 de agosto de 2013 pelo portal R7

São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro são estados considerados grandes “consumidores” de animais silvestres traficados. Neles há também regiões de captura e coleta de bichos, mas o destaque é a venda final.

Vale destacar um aspecto do texto do R7: os animais são apreendidos nas mãos de criminosos. Não pense que comete crime apenas quem captura, transporta e vende ilegalmente os bichos. Quem compra faz parte da rede do tráfico e legalmente está cometendo um crime.

Infelizmente, a legislação brasileira não diferencia quem comercializa de quem compra. Afinal, o correto seria punir mais severamente os profissionais do tráfico. Tanto para quem compra quanto para quem vende, a pena é a mesma de acordo com o artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais: entre seis meses e um ano de prisão, além de multa.

Com essas penas, ninguém responde pelo crime preso, é beneficiado com transação penal e, no final, os infratores acabam pagando com cestas básicas ou alguma punição alternativa. Quem acaba encarcerado mesmo é a vítima, o animal que, na maioria dos casos, não volta para a natureza.

- Leia a matéria completa do portal R7

Um comentário:

Anônimo disse...

O Estado de calamidade que o meio ambiente atravessa é de indignar até o Criador, que nos presenteou com uma natureza tão especial e está sendo "assassinada" pelos interesses políticos e empresariais em Minas.
Tráfico e maus tratos de animais, hidrelétricas que são construídas por empreiteiros patrocinadores de campanhas do governo atual, mineradoras que destroem tudo ao seu redor, construções de condomínios particulares até com 35 mil casas, que degradam milhares de hectares. E hoje no Fórum Sustentar, o sr. secretário de meio ambiente, aparece com um discurso "insustentável" de que sua pasta e sua equipe tem investido todos esforços na defesa e proteção do meio ambiente. Me belisca por favor, nos diga que é só um pesadelo e que vai passar, que este representante dos empresários, nomeado pelo Gov Anastasia está afundando fauna e flora em Minas.Minas ocupa o primeiro lugar desde que Aécio ocupa o governo , no desmatamento de Mata Atlantica...