Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Atropelômetro: 15 animais morrem atropelados por segundo nas estradas brasileiras

O Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE) lançou oficialmente seu site em 14 de outubro de 2013. Recheado de ótimas informações para os interessados nos impactos de rodovias e ferrovias sobre a biodiversidade, a página tem um inusitado “atropelômetro” - uma espécie de indicador da quantidade de animais atropelados, sempre em atualização.

Página do CBEE na internet com o atropelômetro
Imagem: Reprodução do site

Estimativa do coordenador do CBEE, Alex Bager, indica que 15 animais morrem atropelados nas estradas brasileiras a cada segundo. Fazendo as contas, isso significa mais de 1,3 milhão de animais por dia e, ao final de um ano, mais de 475 milhões de animais selvagens. Desse total,  430 milhões são pequenos animais (sapos, pequenas aves, cobras), 43 milhões de animais de médio porte  (gambás, lebres e macacos, por exemplo) e 2 milhões são de grande porte (onça-parda, lobos-guarás, onça-pintadas, antas, capivaras).

“Os números aqui apresentados, apesar de elevados, são baseados em um estudo que considerou 14 artigos científicos publicados em diferentes revistas brasileiras e que foram realizados em vários biomas. A partir destes artigos, calculamos uma taxa de atropelamento médio para o Brasil. Como a maioria dos trabalhos brasileiros são realizados em rodovias federais de pista simples, a taxa calculada foi usada como referência para este tipo de rodovia. Rodovias estaduais e municipais, assim como estradas de terra serão taxas de atropelamento menores.

Os valores que você verá nesta página também levam em conta o número de veículos registrados em cada estado em relação a sua área. Assim, se compararmos dois estados com a mesma área e com número de veículos diferentes, o que tem mais carro terá mais animais atropelados.”
– texto do site do CBEE

Você tinha noção da dimensão do problema?

- Conheça o site do CBBE
- Conheça o “atropelômetro”

Nenhum comentário: