Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Bauru na direção certa. Mãos à obra

Bandeira de Bauru
“A equipe da Semma (Secretaria Municipal do Meio Ambiente - observação do Fauna News) viajou para a Capital a fim de verificar o modelo de um Centro de Triagem e Reabilitação para animais silvestres. Hoje, Bauru não conta com esse local e os animais apreendidos ou recolhidos por aqui precisam ser encaminhados para Botucatu (100 quilômetros de Bauru).

A unidade terá como principal tarefa acolher e dar destinação a animais silvestres traficados ou mesmo que, em casos de acidentes, precisem de reabilitação. “Também pretendemos fazer estudos sobre os animais silvestres, como é o caso do sagui”, explica o biólogo Daniel Rolim.

Ele explica que Bauru tem uma demanda desse tipo de serviço, uma vez que “é rota do tráfico de animais pegos no Mato Grosso”.

O JC divulgou com exclusividade, em maio, a possibilidade de Bauru ter esse Centro de Triagem e Reabilitação. O prefeito afirma que se torna cada vez mais concreta a criação desse local. “Seria uma parceira com o governo do Estado. É uma iniciativa compartilhada”, completa o chefe do Executivo.”
– texto da matéria “Enfim, município começa a se mexer pela ‘causa animal’, publicada em 2 de novembro  de 2013 pelo site do Jornal da Cidade, de Bauru e região (SP)

Equipe da Secretaria de Meio Ambiente responsável pelo projeto
Foto: Vitor Oshiro

Cada vez mais os municípios percebem a necessidade de terem em seu território um centro para receber animais silvestres apreendidos do tráfico ou machucados. Bauru tem uma semente plantada, a semente da ideia, da intenção.

A cidade de São Paulo já possui sua Divisão de Fauna. A prefeitura de Bragança Paulista (SP) firmou, em abril de 2012,um convênio com a ONG Associação Mata Ciliar (localizada em Jundiaí, também no estado de São Paulo) para a entidade tocar os trabalhos do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres do município. Iniciativas começam a aparecer e a se concretizar. É um caminho sem volta.

A expansão urbana e agropecuária, além da construção de estradas e rodovias, aliado ao hábito ainda pouco combatido de criar animais silvestres como bichos de estimação, estão aumentando consideravelmente o contato dos homens com a fauna. E o poder público, ciente desse fenômeno, não está mais conseguindo fugir dessa realidade.

Com um pouquinho de pressão da sociedade, essas sementes germinarão mais rápido.

- Leia a matéria completa do Jornal da Cidade
- Releia o post “Bragança Paulista (SP): mais uma prefeitura assumindo sua responsabilidade com a fauna silvestre”, publicado em 24 de abril de 2012 pelo Fauna News

Nenhum comentário: