Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

China surpreendente: prisão perpétua para traficante de cobras

A China é uma dos maiores mercados consumidores de animais silvestres e suas partes no mundo. A medicina tradicional e uma nova classe de endinheirados sustentam o mercado negro. Marfim, partes de tigres, leopardos  e ursos (essas últimas usadas na culinária) e chifres de rinocerontes são alguns exemplos de “produtos” cobiçados no país.

Por outro lado, há a previsão legal de prisão perpétua para que trafica animais raros.

“Durante a vistoria das bagagens, funcionários de um aeroporto em Shangai encontraram 121 cobras sendo transportadas por um dos passageiros. O homem levava cobras pythins, um tipo raro do animal.

Os animais estavam embaladas em meias pretas, enfiadas em 21 caixas de plástico dentro da mala. Por conta do contrabando, o homem pode pegar até prisão perpétua por tráfico de animais raros.”
– texto da matéria “Homem pode pegar prisão perpétua por transportar cobras em mala”, publicada em 16 de novembro de 2013 pelo site do Diário da Manhã (GO)

Mala com as cobras apreendidas
Foto: Reprodução de vídeo/DM

As cobras foram enviadas de Seattle, nos Estados Unidos.

A China é, realmente, surpreendente.

Enquanto isso, no Brasil, a pena prevista para o tráfico de animais é de seis meses a um ano de prisão, com a possibilidade de um pequeno aumento (metade) da pena em caso de espécies em risco de extinção.

- Leia a matéria completa do Diário da Manhã

Nenhum comentário: