Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Unidade veterinária móvel atendendo também os silvestres

Uma das principais causas de mortalidade de animais silvestres vítimas do tráfico é a falta de assistência veterinária nos momentos imediatamente após às apreensões. Dependendo da espécie, a taxa de morte é extremamente alta. E tudo porque os animais não são hidratados, alimentados e tirados de situação de estresse (o que inclui veículos apropriados para o transporte) com a rapidez necessária.

 
Animais apreendidos em situações horríveis têm
de ser atendidos com rapidez
Foto: Divulgação Ibama PE

Em muitos casos, a preocupação dos órgãos a preocupação dos policiais, guardas ou agentes do Ibama se concentra na burocracia. Preencher papelada e encaminhar a “ocorrência” e os infratores tomam quase todo o tempo. Os animais apreendidos acabam amontoados em um canto qualquer para uma contagem e identificação de espécies. Lamentável.

Uma proposta do deputado estadual do Espírito Santo Hércules Silveira (foto abaixo) joga uma luz sobre essa situação.

“O deputado Hércules Silveira (PMDB) vem defendendo a criação de um Programa de Unidade Móvel Itinerante para atendimento veterinário a animais vítimas de maus tratos. O Projeto de Lei 399/2013, em tramitação na Assembleia Legislativa, quer diminuir os crimes contra animais.

“O desconhecimento e desprezo desses direitos têm levado o homem a cometer crimes contra os animais e contra a natureza. Nossa intenção é acabar com esse cenário, no qual os animais são vistos como objetos, artigos de posse e usufruto humano e resgatar a dignidade desses seres vivos”, defende o peemedebista.

 O programa também prevê o controle de zoonoses e a castração dos animais para controle de natalidade. Além de animais domésticos, o atendimento deve se estender para animais de tração, aves e até mesmo animais silvestres. Nesse último caso, a unidade móvel deverá prestar o atendimento emergencial, encaminhando os animais silvestres ao órgão responsável pelo acolhimento.”
– texto da matéria “Deputados querem criar unidade veterinária móvel do Estado”, publicada em 8 de dezembro de 2013 pelo site Século Diário

Tudo bem que o principal foco do parlamentar é atender animais domésticos. Mas os silvestres, ao menos, foram lembrados.

Alguém conhece algum serviço do poder público especializado em atendimento emergencial de animais silvestres vítimas do tráfico ou de cativeiro ilegal no local do encontro do bicho? Esse trabalho é feito, sempre, por ONGs, como SOS Fauna (SP), por exemplo.

Que a proposta seja aprovada e, se entrar em vigor, que o poder público apoie e fornece estrutura para funcionar bem.

- Leia a matéria completa do Século Diário

Nenhum comentário: