Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Acontece muito: capturar para criar em casa. Dano igual ao tráfico

Nem sempre o animal criado ilegalmente em cativeiro doméstico tem sua origem no tráfico. Muitos bichos não são capturados em seus hábitats para serem vendidos como bichos de estimação.

É o caso de Osório, no Rio Grande do Sul:

“O Comando Ambiental da Brigada Militar apreendeu na manhã desta segunda-feira (20) 36 aves silvestres mantidas em cativeiro em uma casa no município de Osório, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. O proprietário foi preso em flagrante e pode responder por crime ambiental, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção, além de multa de até R$ 20 mil.

Uma das aves apreendidas em Osório
Foto: Divulgação Brigada Militar RS

(...) Na mesma casa também foram apreendidas 24 gaiolas, das quais quatro possuíam alçapões para caça, que permitem a utilização de um pássaro “chamador” para atrair novos exemplares. Conforme a Brigada Militar, pelas condições apresentadas, as gaiolas estavam sendo utilizadas pelo proprietário para fazer novas capturas.” – texto publicado em 20 de janeiro de 2014 pelo portal G1

Apesar de o caso não ser enquadrado como tráfico, o dano ao ecossistema e o risco de transmissão de zoonoses são os mesmos. Esses animais capturados deixam de cumprir suas funções ecológicas, da mesma maneira como os que foram traficados ou morreram.

Quem captura para criar comete crime similar ao de quem compra do tráfico.

- Leia a matéria completa do portal G1

Nenhum comentário: