Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Brasileira do Greenpeace nua pelo fim do tráfico de animais: “Eu fiquei presa e sei o quão ruim isso é”

“A edição de março da Playboy contará com fotos de biquíni da bióloga do Greenpeace Ana Paula Maciel, que ficou famosa no ano passado por ser presa com outros ativistas na Rússia. “Dependendo da repercussão, farei o ensaio completo”, declarou ela, contando que foi procurada por um fotógrafo da revista, para quem posou em Maringá, no Paraná. “O cenário é surpresa, mas é bem bonito. Vocês vão gostar”, adiantou.

Ana Paula na Rússia: presa como animal traficado
Foto: Divulgação Greenpeace

Caso os leitores gostem, Ana Paula deve negociar um cachê para sair nua. Parte do dinheiro será usada para projetos pessoais e o restante, revertido para a preservação de animais silvestres no Brasil. “Eu preciso encontrar o lugar onde será a reserva. O tráfico de animais é o terceiro crime que mais movimenta dinheiro no país”, afirmou. Ela espera também chamar a atenção para o problema e, dessa forma, conscientizar as pessoas para não comprar as espécies proibidas. “Eu fiquei presa e sei o quão ruim isso é”, comparou.” – texto da matéria “Ativista do Greenpeace sairá na Playboy de março”, publicada em 18 de fevereiro de 2014 pelo site do jornal gaúcho Correio do Povo

A intenção de Ana Paula é utilizar o dinheiro do cachê para um projeto que alie ecoturismo e educação ambiental, com estrutura para a recuperação e reintrodução de animais vítimas do tráfico. A iniciativa não tem relação como Greenpeace.

‘Em nota enviada ao G1 nesta quarta-feira, a ONG afirma que não participou das negociações com a revista masculina, mas afirma que a gaúcha é "livre para tomar suas próprias decisões".’ – texto da matéria “'Ana Paula é livre', diz Greenpeace sobre desejo de bióloga de posar nua”, publicada em 19 de fevereiro de 2014 pelo portal G1

Ana Paula foi presa por autoridades russas em 19 de setembro de 2013 com outros ativistas do Greenpeace durante protesto conta a exploração de petróleo no Ártico. Eles tentavam subir na plataforma Prirazlomnaya, da Gazprom.

Cada um luta com as armas que tem. O importante é que a construção de um mundo melhor, sustentável e livre do mercado negro de animais, seja, sobretudo, ético e respeitador das decisões uns dos outros.

Arara-canindé traficada: presa como Ana Paula na Rússia
Foto: Felipe Nyland

- Leia a matéria completa do Correio do Povo
- Leia a matéria completa do G1

Nenhum comentário: