Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

sexta-feira, 28 de março de 2014

Criadouro para tráfico de répteis no RS. Mais um caso usando os Correios

“Funcionários do Ibama descobriram um criadouro ilegal de animais silvestres, durante operação realizada na manhã de terça-feira (25). O esquema funcionava na garagem de uma residência, na cidade de Espumoso. No local foram encontradas 12 serpentes, um filhote de lagarto, diversos ratos e um jabuti. O morador, que havia viajado para Porto Alegre, poderá responder pelos crimes de introdução de espécie exótica no país, maus tratos, e tráfico internacional de animais silvestres. A multa deve variar entre R$ 10 a R$ 15 mil. O caso será encaminhado à Polícia Federal.

Na garagem funcionava um criadouro para reprodução e venda
Foto: Gerson Lopes/O Nacional

O esquema vinha sendo investigado desde o final do ano passado, depois que funcionários dos correios de Passo Fundo descobriram, através do equipamento de raio x, quatro encomendas suspeitas para Espumoso. A primeira delas chegou no dia 26 de dezembro. No conteúdo despachado via Sedex de São Paulo, capital, havia uma cobra da região amazônica, avaliada em cerca de 450 euros. Dias depois, outra encomenda trazia filhotes de ratos congelados, que provavelmente seriam usados na alimentação da serpente.” – texto da matéria “Ibama descobre criadouro ilegal de animais silvestres”, publicada em 25 de março de 2014 no site do jornal O Nacional (Passo Fundo – RS)

No imóvel, onde reside um casal, estava montada uma infraestrutura para criação e reprodução dos animais. No hospital veterinário da Universidade de Passo Fundo. Segundo entrevista da veterinária Michelli Ataíde, para matéria veiculada pela RBS TV (retransmissora da Rede Globo), os animais apresentavam hematomas e dermatite.

Ibama investigava desde o final de 2013
Foto: Gerson Lopes/O Nacional

Ontem, 27 de março de 2014, o Fauna News publicou o post “Cobras gringas traficadas pelos Correios”, em que abordou a apreensão de duas cobras píton que foram entregues pelos Correios para uma pessoa em Sobradinho (DF). Assim como foi verificado no caso de Espumoso, os répteis apresentavam problemas de saúde, debilitadas, magras e letárgicas.

“A utilização de meios postais como meio para traficar animais silvestres é bastante comum. No Brasil, os Correios, o Ibama e a Polícia Federal têm encontrado muitos bichos empacotados, na grande maioria dos casos, imobilizados de forma cruel. Os répteis (cobras, iguanas e pequenas tartarugas) são os mais apreendidos.” – texto do post “Cobras gringas traficadas pelos Correios”

- Leia a matéria de O Nacional
- Assista à matéria da RBS TV
- Releia o post do Fauna News “Cobras gringas traficadas pelos Correios”

Nenhum comentário: