Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Atropelamentos de animais: só quando o bicho é grande é que chama a atenção

“Policiais do 4º Pelotão de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário de Araguari, no Triângulo Mineiro, resgataram nesta quinta-feira (27) uma onça-parda já sem vida, na MG-413 sentido Caldas Novas (GO). Os policiais receberam informações que o animal tinha sido atropelado na rodovia.

Onça encontrada morta em Araguari
Foto: Divulgação Polícia Militar MG

Ela foi encontrada nas margens da estrada e deverá ser empalhada para utilização nos trabalhos de Educação Ambiental da Polícia Militar de Meio Ambiente. Próximo ao local onde o animal foi atropelado existe reservas legais de propriedades rurais, que segundo a PM, provavelmente era o onde a onça ficava.” – texto da matéria “Onça morre depois de ser atropelada na MG-413 próximo a Araguari”, publicado em 28 de março de 2014 pelo portal G1

Estimativa do coordenador de Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia das Estradas (CBEE), ligado à Universidade Federal de Lavras (UFLA), Alex Bager, indica que 475 milhões de animais silvestres morrem atropelados nas estradas brasileiras anualmente.

Desse total, 90% das mortes são de pequenos vertebrados, como sapos, cobras e pequenas aves; 9% das mortes são de vertebrados de médio porte, como gambás, lebres e macacos e 1% das mortes é de vertebrados de grande porte, como onças-pardas, lobos-guarás, onças-pintadas, antas e capivaras.

Apesar de os casos envolvendo os mamíferos de médio e grande porte serem a minoria, são eles que chamar a atenção por serem mais fáceis de visualizar e por ser alvo de matérias da imprensa. Esse fato, muitas vezes, acaba passando uma falsa impressão para a população.

Vamos à realidade:

- 15 animais morrem atropelados a cada segundo nas estradas e rodovias do Brasil.
- 1.260.000 animais morrem atropelados por dia nas estradas e rodovias do Brasil.
- 475.000.000 animais morrem atropelados por ano nas estradas e rodovias do Brasil.
- 90% das mortes são de pequenos vertebrados, como sapos, cobras e pequenas aves.
 - 9% das mortes são de vertebrados de médio porte, como gambás, lebres e macacos.
- 1% das mortes é de vertebrados de grande porte, como onças-pardas, lobos-guarás, onças-pintadas, antas e capivaras.
- Mais de 257.000.000 de animais morrem atropelados em estradas pavimentadas por ano no Brasil.
- Mais de 218.000.000 de animais morrem atropelados em estradas não pavimentadas por ano no Brasil.

Fonte: Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE)

- Leia a matéria no portal G1

Nenhum comentário: