Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Tocantins ganha seu primeiro Cetas. Que venham outros para não virar depósito de bicho

Político adora fazer festa para chamar a atenção às inaugurações de estruturas de atendimento do setor público. Chamam gente que nem sabe o que estão fazendo no local, determinam que funcionários públicos deixem seus afazeres par prestigiarem o chefe e por aí vai. É o famoso “bate bumbo”.

Independentemente da festa que se anuncia, a inauguração oficial do primeiro Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Tocantins vale ser destacada.

“O Presidente do Instituto Natureza do Tocantins – Naturatins, Stalin Júnior, vai inaugurar oficialmente o primeiro Centro de Triagem de Animais Silvestres – Cetas instalado em Araguaína. O evento acontece nesta sexta-feira, dia 23 de maio, às 8 horas, juntamente com a inauguração do 2° Pelotão da Companhia Independente de Polícia Militar Rodoviária Ambiental – Cipra no município.

Atendimento de animais no primeiro Cetas do TO
Foto: divulgação Naturatins

O Cetas teve início de suas atividades no final do ano e desde então vem passando por adequações de suas instalações para ser o local de recepção de animais silvestres que necessitam de tratamento e cuidados especiais.

A solenidade marca uma vitória na luta pela defesa do meio ambiente. E o Naturatins junto ao Governo do Estado, através da criação do Cetas, busca melhorar os cuidados e a destinação dos animais silvestres em risco, cumprindo assim os dispositivos legais relativos à proteção e conservação do meio ambiente. Neste contexto, o Centro de Triagem é um instrumento essencial no combate à criação ilegal, maus tratos e o tráfico de animais silvestres.

Segundo o levantamento do departamento de fauna do Naturatins, grande parte dos animais que são encaminhados ao Cetas é proveniente de apreensão ou resgates realizados pelo Naturatins e demais parceiros ambientais, através de denúncias e entregas espontâneas por parte de pessoas que os criavam em cativeiro.

Cetas
Foto: divulgação Naturatins
O primeiro Cetas está localizado no 2° Pelotão da Cipra em Araguaína e atualmente conta com 11 recintos adequados ao alojamento de até 75 animais de vários portes e espécies, conforme o padrão proposto pelo Ibama – Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis e desde que seja em caráter provisório, já que o Centro é um local de triagem e recuperação e não de abrigo definitivo.

A unidade conta com atendimento médico-hospitalar, recintos adequados e equipe técnica treinada para manipular e cuidar dos animais durante o período necessário para sua recuperação, tratamento, reabilitação e possivelmente reintrodução ao meio ambiente.”
– texto de divulgação “Inauguração oficial do Centro de Triagem de Animais Silvestres em Araguaína será nesta sexta-feira”, publicado em 21 de maio de 2014 pelo site do Naturatins

Espera-se que o governo do Tocantins e as prefeituras invistam em Cetas e Cras (Centros de reabilitação de Animais Silvestres), pois uma estrutura com capacidade de atender apenas 75 animais (número que, muitas vezes, se atinge em apenas uma operação de fiscalização) não será suficiente para atender a demanda.

Da União, representado pelo Ibama, não adianta esperar nada. )O órgão alega que a Lei Complementar 140, de 2011, tirou dele a responsabilidade de manter centros de atendimento de silvestres – o que está sendo feito nos acordos de cooperação técnica que passa a gestão da fauna silvestre para os Estados.

- Leia a matéria no site do Naturatins
- Conheça a Lei Completamente 140

Nenhum comentário: