Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

terça-feira, 24 de junho de 2014

Treze mil borboletas mortas em Parque Nacional. Crime recorrente em Santa Catarina

“Uma operação de combate a crimes ambientais no Parque Nacional (PARNA) da Serra do Itajaí, no Vale, encerrou neste domingo (22) com a apreensão de mais de 13 mil borboletas mortas e cerca de 50 quilos de carne de animais silvestres. Também foram recuperados 34 pássaros vivos de espécies ameaçadas de extinção, além de armas e munições usados para a caça de animais.

Animais mortos para "decoração"
Imagem: Rafael Junckes/RBSTV

A operação 'Caderno Vermelho' iniciou na última quinta-feira (19) e reuniu 27 agentes dos estados de Roraima, Distrito Federal, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Ao todo, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão na região e cinco pessoas foram autuadas. Elas devem responder por crime ambiental, além de pagar multa de no mínimo R$ 500 reais por animal apreendido.”
– texto da matéria “Mais de 13 mil borboletas mortas são apreendidas em parque nacional”, publicada em 23 de junho de 2014 pelo portal G1

O Parque Nacional da Serra do Itajaí, em Santa Catarina, parece ser alvo constante de bandidos que o invadem para a captura de borboletas destinadas à confecção de quadros e outras peças “decorativas”. Em 6 de março de 2014, o Fauna News publicou o post “Borboletas para o tráfico”, em que comentou a prisão de um casal de aposentados dentro da unidade de conservação com 267 borboletas que haviam capturado. Vale lembrar que eles estavam acompanhados pelos netos de 6 e 13 anos.

Desta vez, foram milhares de borboletas. Tudo por causa de peças decorativas baseadas na crueldade e no mal gosto, sem contar que as borboletas têm funções ecológicas importantes, como polinizar e integrar a dieta de outros tantos animais.

- Leia a matéria completa do portal G1
- Releia o post “Borboletas para o tráfico” publicado pelo Fauna News em 6 de março de 2014

2 comentários:

DIMAS MARQUES disse...

Foi enviada uma pergunta para o Fauna News, mas, por algum problema, não está sendo possível publicá-la nos COMENTÁRIOS.
Foi perguntado: "O que faz com as borboletas, é artesanato?". Essas borboletas são usadas por gente que faz artesanato e por empresas que montam quadros e peças de decoração, normalmente vendidas para turistas. Em aeroportos, por exemplo, são bastante encontradas nas lojinhas.
Obrigado pelo contato.

Antonio Carlos Monteiro de Barros Azevedo disse...

E o uso de agrotóxicos que aumentou em SC e tem dizimado as abelhas.
O q é pior, um casal de velhos fazendo artesanato para viver ou as plantações de tabaco que já comprometeram o aquífero Guaraní, terras e ar???