Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

1.039 é o número para Pernambuco

Foi publicado no site O Eco, em 30 de agosto de 2011:

“Há quadros que parecem ruins, mas que novas informações mostram que são ainda piores. Denúncias de prática de comércio de aves silvestres são comuns em grandes centros brasileiros. Em Pernambuco, a pesquisa do biólogo Rodrigo Regueira utilizou câmeras ocultas para identificar e quantificar as espécies de passarinhos comercializados em oito feiras livres no Grande Recife. A partir do que era visto em exposição, na feira, chegou a conclusão que cerca de 72 mil passarinhos da espécie papa-capim (Sporophila nigricollis) são retirados da natureza pelo tráfico ilegal de animais. No domingo (28 de agosto), uma grande operação da Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma) da Polícia Militar de Pernambuco descobriu que os números do desastre ambiental podem ser maiores, uma vez que nem todos os animais comercializados estão à vista.” – texto da matéria “Recife: Mais de mil aves silvestres apreendidas”, do jornalista  Celso Calheiros para o site O Eco

Foto: Divulgação / Polícia Militar de Pernambuco

1.039 é o número de animais apreendidos na capital pernambucana em uma casa (que servia como depósito) com três homens. Entre as aves apreendidas havia canários-da-terra (Sicalis flaveola), papa-capim, galo-de-campina (Paroaria dominicana), concri (Icterus jamacaii), sanhaço (Thraupis palmarum), patativa (Sporophila albogulares), pintor-verdadeiro (Tangara fastuosa), azulão (Cyanocompsa brissonii) e outros em menor número.

Maus-tratos e morte
“O gestor do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama, Edson Lima, disse que esses animais são os preferidos pelos criminosos. “O canto e a beleza dessas aves colocam elas na mira dos traficantes”. Dos 1.039 animais recolhidos no bairro do Cordeiro, 185 morreram antes de chegar à sede do Ibama. Os maus-tratos anotados eram graves. “Em uma gaiola de 50 centímetros, estavam confinados 159 passarinhos”, exemplificou.” – texto do site O Eco

“Três homens foram presos em flagrante por tráfico de aves: Roberto José dos Santos, de 41 anos; José Roberto da Silva, de 49 anos (reincidente pelo mesmo crime) e Fábio Nascimento de Souza, de 31, são apontados como fornecedores dos animais, que deveriam ser repassados a comerciantes principalmente das feiras dos bairros da Madalena e do Cordeiro. Com o trio, foi apreendido também um carro, uma moto, celulares e R$ 1.450 em dinheiro, provavelmente, fruto da venda de outras aves. O material e os três homens foram encaminhados à sede da Polícia Federal e seguirão para o Cotel (Centro de Observação Criminológica e Triagem) ainda hoje.” – texto da matéria “Duas mil aves silvestres são apreendidas e três homens são presos no Cordeiro”, publicada em 28 de agosto de 2011 no site do Diario de Pernambuco

Agora vamos ao velho absurdo de sempre: lei fraca. Veja:

“A comandante da Cipoma, major Érika Melcop, disse que os suspeitos podem ficar até 4 anos reclusos, se condenados pela Justiça. “O crime é considerado de potencial grave, mas na legislação é classificado com pouco potencial ofensivo”, explicou. Os suspeitos também devem pagar multa no valor de R$ 400 por animal.” – texto do site O Eco

- Leia a matéria completa de O Eco.
- Leia o texto de divulgação da PM de Pernambuco.
- Leia a matéria do site do Diario de Pernambuco.
- Releia a matéria do Fauna News sobre a pesquisa do biólogo Rodrigo Regueira: “No Brasil, o tráfico de animais enche gaiolas”.

Assista à reportagem do site TVJornal:


Nenhum comentário: