Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quinta-feira, 3 de março de 2011

Felinos: uma boa e uma péssima notícia

A boa notícia
Em 17 de fevereiro escrevi o texto “Jaguatirica no carnaval de São Paulo. Ibama e Ministério Público, que tal atravessar esse samba?”. E é o que está acontecendo, de acordo com matéria publicada hoje na página C11 do caderno Metrópole do jornal O Estado de S. Paulo – “Jaguatirica é vetada em desfile da Tom Maior”.

Segundo informações da repórter Marici Capitelli, o Ministério Público Federal e o Ministério Público Estadual já se mobilizaram para esclarecer a intenção da escola de samba paulistana Tom Maior de levar ao Sambódromo, na madrugada de sexta-feira para sábado, além de uma jaguatirica, uma suçuarana e um iguana. Mas o presidente da agremiação, Marko Antonio da Silva, ainda parece resistir às ações dos MPs: não compareceu a uma audiência no Ministério Público Estadual e não teria respondido a um ofício enviado pelo Ministério Público Estadual.


Além de uma jaguatirica (foto), a Tom Maior quer apresentar uma suçuarana e uma iguana

O Ibama, órgão que teria de autorizar a participação dos animais no desfile, informou que não recebeu solicitação alguma da escola para permitir tal prática. De acordo com a matéria, o procurador da República, Adilson Paulo Prudente do Amaral Filho, afirmou que acionará o comando da Polícia Militar tomar providências caso os felinos e o réptil sejam levados para o Sambódromo, o que configuraria crime ambiental.

Na matéria de O Estado de S. Paulo, o secretário de Estado do Meio Ambiente, Bruno Covas, escreveu:

“O que leva uma pessoa a anunciar que cometerá um crime? Certeza de impunidade ou apenas chamar a atenção utilizando-se de marketing rasteiro?”

A declaração do secretário foi motivada pelo fato de Marko Antonio da Silva ter anunciado a intenção de levar os animais para o desfile e de não solicitar autorização ao Ibama por saber que não conseguiria obtê-la.

Vamos ver qual será o desfecho dessa folia nada saudável.

Leia o texto “Jaguatirica no carnaval de São Paulo. Ibama e Ministério Público, que tal atravessar esse samba?”.
Confira a matéria completa de O Estado de S. Paulo: “Jaguatirica é vetada em desfile da Tom Maior”.
Saiba mais sobre:
- Jaguatirica;
- Suçuarana;

- Iguana.

A péssima notícia
Ainda na edição de hoje (3 de março) de O Estado de S. Paulo – página A22 – está a nota intitulada “Suçuarana é declarada extinta nos EUA”. A nota publicada hoje afirma que esse tipo de felino desapareceu de todo o território daquele país.

Mas, de acordo com informações divulgadas pela agência de notícias Associated Press – em que se baseou texto da Folha de S. Paulo de ontem (2 de março), o puma (como é mais conhecido pelos norte-americanos) extinto é uma subespécie específica do leste dos EUA, havendo ainda populações de suçuaranas em outras partes do país.


Nos EUA, a suçuarana é conhecida como "puma"

Os motivos da extinção, apontados pelos pesquisadores do Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos, são a caça indiscriminada promovida na primeira metade do século passado e a redução da população do veado-de-cauda-vermelha, base da alimentação desses felinos.

De qualquer forma, esteja o puma extinto de todo o território dos EUA (como afirmou O Estado de S. Paulo) ou da região leste do país (segundo a Associated Press e a Folha de S. Paulo), a constatação é terrível. E, mais uma vez, o desaparecimento de uma espécie ocorre pela ação humana.

Leia a nota de O Estado de S. Paulo.
Leia a matéria da Folha de S. Paulo.
Leia a matéria da Asociated Press (em inglês).
Saiba mais sobre a suçuarana (ou puma).

Nenhum comentário: