Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Reflexão para o fim de semana: animais vivos são vendidos como chaveiro na China

Será que dá para piorar?

"Animais vivos são vendidos como chaveiro na China" é o título da matéria publicada pelo site de O Estado de S. Paulo em 31 de março. No jornal saiu uma pequena nota  - na verdade só o título chamando para a reportagem do site -, na página A17 da edição de 4 de abril.


Foto: Li Bo

Li a matéria e não acreditei. Tartarugas, ditas brasileiras, e pequenos peixes são vendidos em uma embalagem com água colorida pendurados à chaveiros nas ruas e estações de metrô. Lógico que, após algum tempo, os bichos morrem. Mas mesmo sabendo disso, muita gente tem comprado o bizarro e cruel chaveiro.

Achou que o absurdo tinha acabado? Se achou, errou: além de popular, os chaveiros não são ilegais. Na China não há legislação proibindo a venda de animais como objetos de diversão.

Chega, né?

Leia a matéria completa do site de O Estado de S. Paulo.

Nenhum comentário: