Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Imprensa míope parte 2 – mais um vez com uma onça-parda

A superficialidade da imprensa quando trata de fauna silvestre continua. Destaco desta vez um caso muito similar ao que critiquei em 30 de setembro, quando publiquei “Reflexão para o fim de semana: imprensa míope no caso da onça-parda de Franco da Rocha” sobre a onça-parda que ficou cinco horas para ser resgatada de uma árvore.

Na oportunidade, a imprensa relatou com detalhes a captura do animal e deixou de lado a causa do problema: perda de hábitat. Afinal, a onça-parda se assustou com a queimada e as máquinas que dizimavam a mata onde buscava água e caça. Agora, no local, haverá um loteamento.

Agora, mais uma onça-parda ficou acuada em área urbana. O felino foi achado em um quintal de uma residência no Jardim Rincão, região do Jaraguá, na zona norte de São Paulo.

A onça-arda foi acuada por um cachorro no quintal
Foto: AE

“Uma onça suçuarana invadiu, por volta das 2 horas desta madrugada de quinta-feira, 13, o quintal de uma das duas casas localizadas no imóvel nº 24 da Rua Capitão Oliveira Carvalho, no Jardim Rincão, região do Jaraguá, na zona norte de São Paulo.

Bombeiros e policiais militares ambientais foram acionados pelos moradores da residência dos fundos. Às 4h30 a onça já havia sido laçada pelos policiais e colocada em uma gaiola. Não houve necessidade de sedar o animal, informou a PM.”
– texto da  matéria “Onça invade quintal de residência na zona norte de SP” publicada em 13 de outubro de 2011 pelo Estadão.com.br

Para o portal G1, na matéria “Família encontra onça no quintal de casa na Zona Norte de SP” publicada na mesma data, “Não foi fácil capturar o animal - mesmo com tranquilizantes, ela deu trabalho e não queria entrar na gaiola.” A divergência de informações é o que menos importa na abordagem que quero fazer: o que grita por atenção é a cansativa e superficial espetacularização desse tipo de fato.

Nas matérias não há nenhuma análise ou citação sobre o encontro desse tipo de animal ser cada vez mais comum em áreas urbanas. A perda de hábitat pela urbanização está gritante. Os projetos imobiliários sem critério ou análise séria do impacto ao meio ambiente, além da ocupação de áreas verdes por populações marginalizadas, vão resultar em ocorrências que vitimam a fauna silvestre.

A matéria da TV Globo do Bom Dia São Paulo também do dia 13 foi outro show, em que o exótico e o espetacular prestaram um desserviço. Assita:



- Releia “Reflexão para o fim de semana: imprensa míope no caso da onça-parda de Franco da Rocha” publicada pelo Fauna News em 30 de setembro de 2011
- Leia a matéria completa do site Estadão.com.br
- Leia a matéria completa do portal G1

Nenhum comentário: