Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

terça-feira, 1 de julho de 2014

Respeito à vida silvestre: começando dede cedo no Rio Grande do Sul

Educação ambiental é uma das principais – talvez a principal – forma de combater o tráfico de fauna. Não adianta ter sistema de fiscalização e repressão (com agentes e, leis), por exemplo, se ainda houver gente querendo comprar os bichos. A consciência de que lugar de animais silvestres é em seus hábitats, cumprindo suas funções ecológicas e mantendo os ecossistemas equilibrados e sadios, deve ser passada para as crianças desde cedo.

“A primeira infância é o momento mais importante para o desenvolvimento intelectual das crianças. Com base nesta premissa, escolas de educação infantil de Taquara, incentivadas pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes, estimulam o conhecimento dos estudantes, ensinando, por meio de atividades lúdicas, temas como a preservação do meio ambiente. A Escola Municipal de Educação Infantil Leonel de Moura Brizola, no bairro Empresa, desenvolve há dois meses o projeto “Animais”, abrangendo 70 alunos, visando a ensinar as espécies de animais existentes, bem como os seus hábitos e as formas de proteção a cada um deles.

Alunos de escola municipal de Taquara com seus trabalhos
Foto: Magda Rabie

A professora Raquel Catiana Scherer Pinheiro diz que o trabalho é feito em conjunto com todos os professores das turmas da manhã e tarde. “Estamos trabalhando sobre os diversos animais que existem no meio ambiente, como os marinhos, os da floresta, silvestres, domésticos e de jardim, procurando passar a todos os pequenos a importância que cada animalzinho tem ao planeta”, comenta Raquel. “A turminha confeccionou o livro ‘Os animais do Mundinho’, que utiliza formas geométricas para a sua montagem”, reitera.

Além de Raquel, o projeto é trabalhado pelas professoras Daniela Martins, Cátia Furquim, Viviana Schirmer, Dianete Gottliieb, Tatiana Correa da Silva e Patrícia Ferreira da Rosa. Para Cátia, o mais importante é a consciência da preservação ensinada aos alunos. “Os estudantes aprendem a conviver com os animais, explorando bastante cada um deles, deixando o medo de lado. As famílias são integradas, pois ajudam as crianças a confeccionarem os trabalhinhos de casa. É um projeto bem gratificante”, revela Cátia.”
– texto da matéria “Projeto “Animais” estimula estudantes para a preservação das espécies” publicada em 29 de junho de 2014 pelo site do jornal Panorama (Taquara – RS)

Essas crianças, além de levarem para o futuro bons valores, introduzem em suas famílias a ideia da conservação e do quão importante é o respeito à vida de outras espécies. No futuro, com as aulas de ciências, elas aprenderão sobre o papel de cada bicho e planta na manutenção da vida na Terra... o que inclui o ser humano.

- Leia a matéria completa do Panorama

Nenhum comentário: