Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Mais uma vez, animais traficados pela internet

Operação da Polícia Federal (PF) e do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) prendeu, em 10 de agosto de 2011, sete pessoas no Paraná, em São Paulo, em Minas Gerais e na Paraíba por comercializar animais silvestres sem autorização. O tráfico acontecia por meio de um site, mantido por um casal residente em Arapongas (PR). Durante a ação foram apreendidos 1.928 animais, a maioria réptil.

“Em coletiva realizada na sede da PF em São Paulo, Maria Luiza Souza, chefe de fiscalização do Ibama no Paraná, informou que a investigação começou em novembro de 2010 a partir de denúncias de que um site comercializava animais sem autorização desde 2007. No entanto, para induzir o cliente ao erro, eles informavam que os bichos estavam legalizados no Ibama. Havia espécies exóticas e algumas em extinção, como a arara azul, que era oferecida no site por R$ 55 mil, representando a compra mais cara.” – texto da matéria “Ibama apreende quase 2 mil animais em operação de tráfico ilegal” do portal G1


Imagem do site

“Arara-azul, puma, jaguatirica e outras espécies brasileiras ameaçadas de extinção eram vendidas pela internet. O site oferecia promoções e parcelava a compra em até 18 vezes no cartão de crédito. Segundo a investigação, os animais eram criados em caiveiros clandestinos ou capturados na natureza. Os vendedores também importavam espécies, como a cobra corn snake e antílopes.

(...) Para conhecer os detalhes do esquema e até mesmo para comprovar as irregularidades, a Polícia Federal chegou a comprar animais. Os animais eram transportados por avião e o cliente recebia o animal em casa. Todas as compras, segundo a PF, passavam pelo aeroporto de Londrina, no Norte do Paraná.

As principais apreensões aconteceram em fazendas no interior de São Paulo, mas até mesmo na capital os agentes encontraram cativeiros. Os agentes localizaram vários animais machucados.” – texto da matéria “Site mantinha venda ilegal de fauna silvestre” da edição de 11 de agosto de 2011 do jornal paranaense Gazeta do Povo

Como não se espera escrúpulos de bandidos...

“Os vendedores estariam atuando irregularmente há pelo menos três anos. Nas escutas telefônicas, a Polícia Federal conseguiu confirmar que pessoas que diziam proteger os animais, associadas a organizações ambientais, na verdade estavam preocupadas com o dinheiro vindo da venda dos bichos. Em um caso, um comprador encomenda uma queimada para facilitar a captura de animais. Em outro, um criador que recebe uma espécie apreendida pelo Ibama providencia a venda do animal. Até mesmo a decisão de matar um bicho para o qual não foi encontrado comprador foi gravada.” – texto da cobertura feita pelo jornal paranaense Gazeta do Povo

A Polícia Federal e o Ibama já identificaram 42 compradores, que serão chamados para dar esclarecimentos.


Tucano apreendido na operação
Foto: Divulgação Polícia Federal

Saiba mais

No 1º Relatório Nacional sobre o Tráfico de Fauna Silvestre, da ONG Renctas (Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres), publicado em 2001, consta:

“Em pesquisa realizada pela Renctas em 1999, foram encontrados 4.892 anúncios em sites nacionais e internacionais, contendo a compra, venda ou troca ilegal de animais silvestres fa fauna brasileira. Desse total, a grande maioria anunciava répteis e aves, mas também foram encontrados diversos outros animais como mamíferos (com destaque para os primatas, felinos e pequenos marsupiais), anfíbios (principalmente sapos amazônicos) e peixes ornamentais.” – texto da Renctas

- Leia a matéria do Ibama sobre o caso.
- Leia a matéria completa da Gazeta do Povo.
- Leia a matéria do portal G1.
- Releia a matéria do Fauna News “Bichos encomendados pela internet e despachados via correio: suspeito é preso no RN” de 8 de julho de 2011.
- Releia a matéria do Fauna News “O tráfico de animais também acontece pela internet” de 13 de maio de 2011.
- Conheça a Renctas.

Assita à matéria da edição de 11 de agosto de 2011 do Bom Dia São Paulo (TV Globo) sobre a operação da PF e do Ibama:

Nenhum comentário: