Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

domingo, 1 de julho de 2012

Começar a semana pensando...

...na incrível redução do tráfico de animais em Rondônia. Ainda estou tentando acreditar.

Em 22 de julho, o Fauna News publicou “Reflexão para o fim de semana: tráfico de animais em Rondônia caiu 80%. Juro que queria acreditar” e repercutiu a seguinte afirmação do superintendente do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama) em Rondônia, Alberto Chaves Paraguassu:

“Tivemos uma redução drástica no número de animais silvestres comercializados irregularmente, cerca de 80% nos últimos três anos. É muito mais frequente receber denúncias durante as fiscalizações de pessoas criando domesticamente esses animais. É mais uma questão cultural”. – texto da matéria “Tráfico de animais silvestres em RO caiu 80% em três anos, diz Ibama”, publicada em 21 de junho de 2012 pelo portal G1

Paraguassu, do Ibama: tráfico caiu 80% em Rondônia
Foto: Rondonotícias

O superintendente alega que o que caracteriza o crime de tráfico é a quantidade de animais em transporte para comercialização. Mas, se tem gente que compra e mantém em cativeiro, é porque tem gente que vende, certo?

E muitas apreensões estão acontecendo em Rondônia. Veja os dados do Centro de Recuperação de Animais Silvestres (CRAS):

“Entre os anos de 2010 e 2011, o CRAS registrou a entrada de 536 animais de 92 espécies diferentes. Dos 536 animais, 286 foram reintroduzidos na natureza, 116 morreram por diversos motivos, como traumas, maus tratos e doenças, e 40 animais tiveram outros destinos, como zoológicos e parques de preservação ecológica.” - texto da matéria ” Animais resgatados são devolvidos à natureza pela Polícia Ambiental de RO”, publicado em 29 de junho de 2012 pelo portal G1

Papagaio no CRAS em Rondônia
Foto: Larissa Matarésio/G1

Tudo bem que o número engloba animais apreendidos com traficantes, em cativeiro doméstico e resgatados em situações de risco (como atropelados, em área urbana etc.).

“O principal animal recolhido pela Polícia Ambiental são os pássaros, como papagaios, araras, curiós.” – texto do G1

No Brasil, mais de 80% dos animais traficados são aves. Continua afirmando que as declarações do superintendente do Ibama em Rondônia não me convenceram.

- Leia a matéria completa do portal G1
- Releia “Reflexão para o fim de semana: tráfico de animais em Rondônia caiu 80%. Juro que queria acreditar”, publicado pelo Fauna News em 22 de junho de 2012

Nenhum comentário: