Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Urbanização e maldade vitimam animais em Manaus (AM)

“Um total de 880 animais encontrados nas ruas de Manaus foram resgatados de janeiro a novembro deste ano e entregues no Refúgio da Vida Silvestre Sauim-Castanheiras, na Zona Leste. Apenas 60% dos animais têm condições de voltar ao ambiente natural. A maioria é vítima de atropelamento, choque elétrico, baladeira, arma de fogo e pauladas. Poucos chegam ao refúgio ilesos.” – texto da matéria “Cerca de 880 animais são resgatados por moradores do AM”, publicada em 27 de novembro de 2012 pelo jornal A Crítica

Biólogo Gabriel Alves da Silva resgatando preguiça
Foto: Antonio Menezes

Os animais estão cada vez mais expostos às armadilhas da urbanização: ruas, avenidas e fiação elétrica, por exemplo, causam ferimentos graves e morte. Em Manaus, como na quase totalidade dos municípios brasileiros, não há sinalização ou infraestrutura para reduzir danos à fauna.

“Biólogo há três anos, Gabriel (Gabriel Alves da Silva) mora no conjunto Atílio Andreaza próximo à Ufam e revela que mesmo com a constante movimentação de animais, não há sinalização alertando sobre a presença dos bichos. “As pessoas passam a 80 km/h e acabam atropelando os animais. A velocidade tem que ser 40 km/h, mas não tem sinalização”, disse.” – texto de A Crítica

E sabe o que é pior? A maldade de quem se depara com esses animais:

“Ele (Gabriel) conta que também falta consciência para as pessoas sobre os animais. “É claro que nem todo animal pode ser manuseado sem oferecer risco, mas muitas pessoas que encontram um jacaré, cobra, preguiça e até passarinho, por exemplo, acaba agredindo ou matando o bicho a pauladas”, disse.” – texto de A Crítica

- Leia a matéria completa de A Crítica

Nenhum comentário: