Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Papagaios do tráfico em Bezerros (PE). Cadê o exemplo, dona prefeita?

Já não causam escândalo as notícias do envolvimento de gestores públicos com corrupção e compra de votos (prática antiga e tradicional no interior do país). São parlamentares, prefeitos, governadores e presidentes da República, que deveriam ser um exemplo para o restante da sociedade e acabam envolvidos em denúncias de todo tipo.

Mas esse contexto é resultado da forma como votamos. Afinal, elegemos pessoas das nossas comunidades e o comportamento delas, muitas vezes, reflete o que acontece no cotidiano fora do ambiente político.

Veja o que está acontecendo com a prefeita de Bezerros (PE), Elizabete Maria Silva de Lima (PR), popularmente conhecida como Bete de Dael. Na página da prefeitura, está no perfil da prefeita:

“Hoje prefeita de Bezerros, cidade com um vasto potencial, ela conta com a sua experiência administrativa para que o município possa encontrar o norte do desenvolvimento sustentável.”

Bete de Dael: desenvolvimento sustentável com papagaios do tráfico
Foto: A Voz da Vitória

Desenvolvimento sustentável. São as duas últimas palavras do perfil de Bete de Dael, que é investigada de compra de votos pela Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral, o que motivou uma ação policial na casa da prefeita em 15 de junho de 2012.

“De acordo com o delegado Dário Sá Leitão, há algum tempo a polícia recebeu a informação de que a prefeita que vai disputar a reeleição em outubro estaria distribuindo cestas básicas e dinheiro a eleitores, o que configuraria compra de votos. "O Ministério Público Eleitoral solicitou investigação e recebemos a informação de que essa prática estaria acontecendo. Então, fizemos buscas na residência à procura de provas dessa prática criminosa", explicou. Segundo o delegado, foram apreendidas duas cestas básicas que estavam com populares nas imediações da casa da prefeita, pelo menos seis papéis assinados pela política autorizando a entrega de cestas básicas, além de um revólver e dois papagaios.” – texto do site NE10

Opa! Dois papagaios? Como assim? E o desenvolvimento sustentável?

Pois é. Assim como as promessas de uma gestão honesta, a busca pelo desenvolvimento social também já virou discurso vazio. Cuidado com o candidato que você escolhe nas eleições.

Bete de Dael, assim como a muitos brasileiros, ainda mantém o hábito de manter animais silvestres em cativeiro sem autorização. Os papagaios vieram do tráfico de animais. Não vai adiantar nada pensar em gestores públicos ambientalmente conscientes se a mudança não acontecer na base da sociedade. Afinal, é dessa base que saem os políticos que elegemos.

- Leia a matéria completa do site NE10
- Leia o perfil de Bete de Dael no site da prefeitura de Bezerros

Nenhum comentário: