Páginas

"Todos os argumentos que provam a superioridade humana não eliminam este fato:
no sofrimento os animais são semelhantes a nós."
Peter Singer - Filósofo e professor de bioética na Universidade de Princeton, autor de Libertação Animal (1975)

Pesquisar este blog

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Na China, um tigre dentro do carro. Era tráfico

“A polícia da China prendeu um homem em Wenzhou suspeito de tráfico de animais após encontrar um tigre morto dentro de um automóvel.

De acordo com o portal de notícias “Wenzhou Online”, a ocorrência foi nesta quarta-feira (8).

O flagrante ocorreu quando os policiais avistaram dois homens carregando a carcaça, enrolada em uma manta, e tentando colocá-la no porta-malas de um carro. Um deles conseguiu fugir.

O tigre foi encontrado morto dentro de carro
Foto: Reuters/China Daily

(...) O relatório da polícia aponta que a carcaça pode ser de um tigre-siberiano ou de um tigre-de-amur, espécies que estão na lista de animais mais ameaçados do mundo. Amostras foram enviadas para perícia.” – texto da matéria “Polícia da China encontra carcaça de tigre no porta-malas de automóvel”, publicada em 9 de janeiro de 2014 pelo portal G1

Atualmente, a demanda pelas partes de tigres é grande na China, onde os ossos do animal são usados em remédios. No restante da Ásia também há localidades em que populações consideram que bigodes, garras e dentes trazem proteção e sorte. No sudeste do continente, com destaque para o Vietnã e a Tailândia, estão os grandes centros desse tráfico.

No início de 1900, os tigres eram encontrados em toda a Ásia e sua população era de mais de 100 mil animais. As estimativas atuais indicam que menos de 3.200 permanecem em estado selvagem.  A caça ilegal, principalmente para obter sua pele e ossos para uso decorativo ou medicinal, é uma das principais causas do declínio do animal.

De acordo com a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN (União Internacional para Conservação da Natureza), a maioria das subespécies dos tigres tem sua população em declínio.

“Estimativa oficial divulgada no ano passado aponta que a população de tigres-siberianos na natureza aumentou de 18 para 22 exemplares no país asiático. (China)

Segundo a Agência de Investigação Ambiental, com base em Londres, há em toda a China entre 5 mil e 6 mil tigres, de espécies variadas, que vivem em cativeiro.”
– texto do G1

- Leia a matéria completa do portal G1

Nenhum comentário: